Notícia

Seminário Teológico Batista Sergipano celebra 32 anos de atividades

Vontade de preparar-se melhor para servir ao ministério do púlpito era sonho acalentado por vocacionados sergipanos que não dispunham de recursos para estudar fora do estado. Anteriormente, número representativo de trabalhadores do Reino desfrutaram desse privilégio deslocando-se de Sergipe para os Seminários da denominação, especialmente o Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil (STBNB), fundado na cidade de Recife em 01 de abril de 1902, primeira casa de profetas organizada no Brasil, celeiro de excelência na formação de inúmeros pastores. Esses, ao retornarem ao campo, serviam no seu estado e fora dele. O Seminário do Norte, como usualmente o chamamos, marcou seu pioneirismo no ensino teológico, fez história, sequenciado pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (STBSB), organizado em 1907, Seminário Teológico Batista Equatorial (STBE) entre outros.

Espelhando-se no STBNB, Sergipe tomou a decisão de iniciar sua casa de profetas fornecendo aos vocacionados acesso ao ensino teológico dentro do próprio estado. O ano de 1988 do século XX foi pródigo o Brasil comemorou a promulgação de sua nova Carta Magna a Constituição Cidadã, instrumento que conduz todo o ordenamento jurídico do país. O campo sergipano naquele mesmo mês e ano se projetou assumindo missão gigante, à época organizando inicialmente sob a designação de Instituto Teológico Batista Sergipano (ITEBASE) sua casa de profetas, fato ocorrido em 30 de outubro daquele ano na cidade de Tobias Barreto (SE) durante a 42ª Sessão Ordinária da Convenção Batista Sergipana (CBS). A instituição projetada e organizada tinha o firme propósito de fomentar preparo ministerial, teológico e acadêmico; em 1989, primeiro ano de efetivo exercício, registrou matricula de 16 alunos nos cursos de: Liderança, Educação Religiosa e Música Sacra. Em 1990 organizou o Curso de Teologia com cinco anos de duração; em 2005, a grade foi refeita adequando o curso para quatro anos, posteriormente, cumprindo as determinações de práxis, o Instituto mudou a nomenclatura para Seminário Teológico Batista Sergipano (SETEBASE).

Sem sede própria, a nova instituição da CBS, representada por uma Junta Administrativa eleita nas assembleias convencionais, é mantida com recursos financeiros do Plano Cooperativo, mensalidades dos alunos, doações de pessoas físicas e entidades. Passou nesses 32 anos de ininterrupto exercício por alguns lócus, inicialmente na Primeira Igreja Batista de Aracaju (1989); Casa Batista de Amizade (1990); Colégio Americano Batista (1991-2001); Igreja Batista Memorial (2003-2006); Segunda Igreja Batista de Aracaju (2006-2012); voltando, desde 2013, ao Colégio Americano Batista. Providencial Convênio com o STBNB possibilitou ao Seminário sergipano implantar seu primeiro campus avançado habilitando bacharelados em Teologia e Educação Religiosa propiciando maior expansão criando, assim, por algum tempo Polos de extensão nos municípios sergipanos de Propriá, Lagarto, Neópolis e Estância.

Enfrentando dificuldades evidentes, segue a instituição conservando a unidade ministerial pelo vínculo da educação teológica. Reconhecendo méritos no empreendimento dos Batistas membros das denominações Presbiteriana, Assembleia de Deus, Adventista entre outras, tem estudado no Seminário sergipano.

Neste exercício de 2020 existe o registro de 35 alunos matriculados na sede, 9 no Polo de Lagarto e 8 no Curso de Bíblia online, este mantendo duração de um ano. De sua diretoria participaram pastores dedicados: Edinízio de Assis, Paulo Marinho Falcão, Luzivaldo Fernandes Santos, Gilton Alves de Aquino, Lázaro da Silva Cavalcanti, Anazilda Cruz e, desde novembro/2019 Jabes Nogueira Filho. Na gestão Gilton Aquino foi lançada oficialmente a primeira ação em forma de campanha sob o slogan “Faça Parte de Nossa História”, visando angariar fundos para aquisição do terreno e consequente construção da sede, contudo, não logrou êxito, mas a ideia continua viva; certamente no tempo próprio tudo será concretizado.

Comemorar 32 anos é marca de vitória para a instituição que neste ano anômalo, convivendo com a pandemia da COVID-19 tem se reinventado, o corpo docente tem ministrando aulas online. As ações não sofreram solução de continuidade, a liderança do seminário trabalhou investindo na criatividade, promovendo reuniões de negócios, rodas de discussão e palestras. Vale ressaltar, que o webinário mais recente aconteceu no período de 26 a 30 de outubro - Semana Teológica - abordando o tema central: “Refletindo sobre nossa relevância no Reino”, contando com os seguintes ministradores de subtemas: professor Clayton Kunz/RS - “A relevância da Bíblia no Reino”; pastor Gerson Perruci/MG - “A relevância de Missões no Reino”; professor Ney Ladeia/PE - “A relevância da Pregação no Reino”; professor Gerônimo Brito/PE - “A relevância da Música no Reino”; e professor Valtair Miranda/RJ - “A relevância da Teologia no Reino”.

Apesar da atipicidade, este ano foi produtivo, abriu possibilidade de se firmar Convênio com Seminário de Educação Cristã (SEC). Assim, o SETEBASE funcionará como polo daquela centenária e modelar instituição de ensino cristão cuja organização remonta 1917. O Convênio assinado pela professora Solange Ribeiro Araújo, diretora executiva do SEC, ocorreu na noite de 31 de outubro do corrente ano, no culto presencial de Ação de Graças realizado no local onde o Seminário começou, Primeira Igreja Batista de Aracaju-SE. A iniciativa possibilitará, em 2021, abertura de matrículas para o Curso de Formação Ministerial em Educação Cristã com especializações em Missiologia ou Ministério Social Cristão, no formato EAD. Enaltecendo a casa que representa, Solange Araújo disse que o ato faz de Sergipe sede do 15° Polo da instituição, cujo objetivo é investir em vocacionados, finalizou. Mesmo neste tempo pandêmico o santuário da PIB de Aracaju recebeu naquela noite, além do diretor do seminário, pastor Jabes Nogueira Filho, ministrante da palavra de Deus na celebração, o presidente da CBS pastor Elias Linhares Lima, diretor executivo da CBS, Adoniran Judson, corpo docente, discentes de várias épocas, convidados de outras denominações e boa representação de pastores do campo sergipano.

Recebeu o SETEBASE no dia dos seus 32 anos, um presente memorável, sua história retratada em cordel pelo pastor Benjamin Monteiro Costa, professor, compositor, cordelista, um dos egressos da segunda turma da instituição. Em sua ministração, pastor Jabes Filho abordou pontos estratégicos verdadeiros protótipos para servir no Reino: assumir postura o servo de Cristo, deverá ser lavado pelo sangue do Cordeiro para empreender sua caminhada; realçando mais adiante a importância da proximidade e intimidade diária com Deus na vida de todo o crente; ser relevante no Reino entendendo a realidade e interpretando sua história; para servir no Reino, experiência e perdão devem caminhar juntos; e ter paixão pela Palavra revelada.

O presidente da CBS Elias Linhares, egresso do seminário sergipano, disse que ir à casa de profetas tem grande importância e que os que ali ingressam devem ser agentes multiplicadores do Reino, pois a casa fomenta servos e investe em vocacionados, acrescentando que o resgate de identidade neste tempo presente urge. A Deus, toda glória pela existência do Seminário sergipano.

 

Sandra Natividade, membro do Conselho Editorial de OJB


 
 

Fotos