Notícia

Cruzadas Internacionais lança as sementes do Evangelho no Triângulo Mineiro

A Convenção Batista Mineira (CBM), por meio da Gerência de Evangelismo e Missões em parceria com Cruzadas Internacionais realizaram entre os dias 27 de julho e 3 de agosto o Projeto Evangelístico Cruzadas Internacionais. Ao todo 25 igrejas do Triângulo Mineiro se envolveram e houve a mobilização de 81 missionários vindos dos Estados Unidos, Argentina, Paraguai e Brasil (missionários e intérpretes). A união de todos estes irmãos missionários, que trabalharam por uma semana com amor e dedicação em prol da expansão do Reino, resultou em uma colheita abençoada: 3908 pessoas ouviram falar de Jesus e dessas, 1159 se decidiram por Cristo, ocorrendo ainda 93 reconciliações.

Esta é a segunda vez que o Projeto de Cruzadas Internacionais é realizada em Minas Gerais, ano passado a cidade que o recebeu foi Montes Claros, no norte de Minas. Segundo o pastor Vanoir Torres, Gerente de Evangelismo e Missões da CBM, a realização de mais esta cruzada é um divisor de águas para o trabalho batista mineiro, pois “ajuda a fortalecer as igrejas que precisam ser revitalizadas, desafia os batistas a plantarem novas igrejas nas cidades que ainda não têm trabalho batista, e, sobretudo, gera relacionamento discipulador. Portanto, foi um despertamento para as igrejas, no sentido de voltar aos princípios de evangelizar de casa em casa e de se relacionar com as pessoas. Podemos afirmar que foi uma semana muito proveitosa para as igrejas continuarem avançando”, declara o pastor Vanoir.

A experiência foi proveitosa em todos sentidos, não apenas para as igrejas, mas também para os missionários. “Me senti muito honrada e abençoada em poder fazer parte desta obra. Tenho certeza que na mesma medida que abençoei pessoas, fui abençoada”, conta a missionária brasileira Ester Lauer. Da mesma forma a irmã Keren Gonzalez, do Paraguai, sentiu-se tocada pelo amor recebido das pessoas e das igrejas brasileiras. “Não é uma bênção apenas para as pessoas que não conhecem a Deus, mas para os próprios cristãos, porque aprendemos muito trabalhando juntos. Só posso agradecer a Deus por me permitir servi-lo, em Minas me senti em casa, em família”, declara a missionária Keren.

Este acolhimento realizado pelas igrejas não foi sentido apenas por Keren, mas também pelo missionário James Thomas vindo dos Estados Unidos. “As igrejas se prepararam em alto nível, superaram os mais de 20 projetos que participei como missionário. Ter participado foi uma sensação maravilhosa! Tenho certeza que estava exatamente onde Deus queria podendo ser uma pequena peça importante do seu plano maior que era o de alcançar as vidas perdidas e auxiliá-las a mudar de vida”, disse o missionário James.

Uma das igrejas que receberam os missionários e abraçaram a missão das cruzadas foi a Igreja Batista Missionária em Uberlândia. “Foi espetacular o que houve, pois Deus agiu maravilhosamente em toda a igreja que prontamente abraçaram a causa. Os resultados das cruzadas já podem ser sentidos em nosso meio. Visitamos várias famílias, realizamos estudos bíblicos nas casas e pessoas que vieram a igreja pela primeira vez já retornaram e manifestaram do desejo de ficar”, relatou pastor Eurípedes Santa de Amoedo.

O pastor Carlos Genival missionário da Convenção Batista Mineira e coordenador de Cruzadas Internacionais em Minas agradece por mais um projeto bem-sucedido e pelo resultado alcançado “Foi um trabalho extraordinário realizado pelos missionários que vieram de tão longe para somar conosco nesta missão. Ressalto também o envolvimento das igrejas e irmãos que participaram ativamente contribuindo para sucesso de mais esta cruzada”, afirma o pastor Carlos Genival. 

Por: Ilimani Rodrigues e Kátia Brito, jornalistas da Convenção Batista Mineira

 


 
 

Fotos